Estude na Cidade Mais tradicional da Inglaterra – Oxford

A Grace Tours te leva para estudar Inglês na melhor escola de Oxford. São oferecidos Cursos de Inglês Intermediário, Avançado e de Negócios. Uma excelente oportunidade para você deslanchar na sua carreira._86329520_oxford_parkway2 Footprints-Tours-Oxford-Walking-Tours GettyImages-538290541_super

 

Please follow and like us:

Os Incríveis Segredos da Torre de Londres

Curiosidades de Londres: A Assombrada Torre de Londres

Você gosta de histórias de arrepiar? Então essa é para você!

Em todos os lugares do mundo existem lendas assustadoras, logo, Londres tem também algumas histórias de arrepiar!

Uma das lendas mais interessantes é a que garante a presença de fantasmas na Torre de Londres!

Esta torre, construída no séc. XI foi, inicialmente, uma assustadora cadeia que encarcerava e dizimava figuras muito importantes. É o mais famoso palco de execuções de membros ilustres da família real britânica, ao longo dos séculos.

Muitos visitantes afirmam que vêm ali “almas do outro mundo” – pessoas que foram ali executadas vagueiam agonizadas e não conseguem encontrar a paz para descansar.

O fantasma mais conhecido da London Tour é o Rei Henrique VI, apunhalado pelas costas por Eduardo IV, em 1471, enquanto rezava na sua capela privada. Dizem, que às vezes ele aparece rezando, tal qual quando foi assassinado.

tower-london-haunted

Porém, a maior curiosidade é que, de acordo com o gênero, os fantasmas mais insatisfeitos e inconformados são… mulheres!

Lady Jane, “a raínha dos nove dias” (reinou sem sequer ser coroada por apenas nove dias e foi condenada e executada na torre por ser acusada de traição, juntamente com Guildford Dudley, um nobre com o qual foi obrigada a casar) aparece muitas vezes, chorando, na torre de sal. Dizem quem a vê, que continua bela, nos seus quinze anos, altura em que foi decapitada.

Uma outra donzela que ciranda pelos corredores da torre é Anna Bolena. A primeira rainha executada em público, no séc. XVI, passou ainda a humilhação de ser colocada num caixão velho e muito pequeno. Talvez por isso ela vagueia pela torre, especificamente, no dia em que comemora a a data da sua trágica morte.

Margaret Pole, segue a tendência, e aparece todos os anos, no dia da sua morte, na torre verde. Depois de ter sido condenada a ficar sem cabeça na guilhotina Margaret, já com 70 anos, fez resistência, fugiu e acabou sendo cruelmente morta, à machadada, pelo seu carrasco.

Mais tarde a torre teve outras funções que guardam, igualmente, histórias e… quem sabe, almas: foi castelo e depósito de armas e guardião das jóias da Coroa. Bem… das jóias e dos corvos que são protegidos por decreto real pois, segundo uma outra profecia, o império cairá no dia em que estes pássaros sórdidos partirem.

Claro que quem conta um conto, acrescenta um ponto, porém, pelo sim, pelo não, se for visitar a torre e for picado por um corvo, fique contente. Ao contrário de outras eventuais surpresas, estes animais estão vivos e mantêm o império de pé!…

torre2

torre1

Please follow and like us:

15 dicas essenciais para viajantes que vão para Londres

Abbaye de westminster Big Ben London
Abbaye de westminster Big Ben London

British_Airways_Boeing_747-400_leaving_town

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
OLYMPUS DIGITAL CAMERA

CURSOFACE

metroingles1.AEROPORTO: Londres tem vários aeroportos: Gatwick, Stanted, London City Airpot, Luton e Heathrow. Heathrow – onde chegam grande parte dos vôos internacionais- . Tem muitos restaurantes e lojas. É enorme, me lembro andar em corredores sem fim e quando achava que estava chegando, não, ainda tinha que andar mais.

2.DO AEROPORTO PARA O HOTEL – Todos os aeroportos são longes portanto o ideal é pegar um trem ou um onibus que te leve até o centro. Pegamos um ônibus e depois metrô e o trajeto até o hotel levou uma hora e meia. Custou uns 15 pounds o ônibus. Quando cheguei por Heatrhow peguei o Heatrhow Express, trem de alta velocidade, que chega a uns 160km/h que chega rapidinho no centro deLondres. Custa uns 18 pounds.

3. IMIGRAÇÃO: Apesar de não precisar de visto, a imigração é bem rígida e sempre pdem documentos e fazem algumas perguntas. Esteja preparado para responder: o que você faz, onde vai ficar, a passagem de volta, o motivo da viagem. Imprima e leve a papelada.

4. METRÔ:Antes de começar, compre seu Oyster card, cartão para usar no metrô. Pegue o de uma semana – se você for ficar mais de 5 dias, para zona 1 e 2 que valerá a pena e cobrirá todos os lugares. Você usará muito o metrô e tem “tube” (como eles chamam as estações lá) em todos os lugares. Custa $27.00 e o Oyster Card custa $5.00, mas no fim da viagem, você devolve o cartão e eles te devolvem os $5. As estações são identificadas pela placa Underground. O metrô de Londres é lindo e algumas estações são muito elegantes, com lojas e restaurantes dentro. Outras são gigantes, para sair delas é um labirinto quase e tem que andar muito.O sistema, um dos maiores do mundo com aproximadamente 400km de extensão, é conhecido como London Underground.É lá que você vai ouvir a famosa frase “Mind the Gap”. Outra coisa que é preciso prestar atenção é que várias estações estão fechadas para manutenção, eles sempre avisam quando estão fechadas.
Na escada rolante, se ficar parado, mantenha-se à direita e deixe a esquerda livre para quem quer passar. E quando chegar na plataforma para esperar o metrô, ande até as pontas onde geralmente os vagões estão mais vazios.

5. ONDE FICAR: Fique em um hotel perto de uma estação de metrô.

6.ONDE COMER – Não vá esperando encontrar uma comida típica londrina. Coma nos “markets”, Borough, Camdem, Portobello, além da comida ser ótima você economiza tempo! O prato TÍPICO deles é o Fish & Chips (peixe com batata frita), aquele enrolado num jornal mesmo, coma na rua. Os pratos em restaurantes são entre 10 e 15 pounds. Suco natural não existe e cafeterias tem várias. Peça água de torneira (tap water),é potável lá e é de graça.
Quando você for em um café ou lanchonete como Starbucks, Costa, Nero, Pret a Manger vão perguntar se você vai comer lá ou levar. A maioria dos lugares adiciona uma porcentagem ao valor final caso você queira ficar lá, então considere pegar seu sanduíche ou café e ir comer na praça ou banquinho mais próximos!

7. CLIMA: Londres é famosa por ter aquele clima sempre cinza, nublado, chuvoso! É dificil pegar um dia lindo de sol, se você conseguir sorte sua 🙂 Durante o inverno do Brasil. é verão lá, nos meses de Junho e Julho. Eu prefiro viajar na baixa temporada pois o clima é mais ameno, ou seja, na Primavera e Outuno. Da primeira vez eu fui em Maio e da segunda vez em Agosto.

8. MOEDA – Tudo é em libra, se tiver euros troque por libras. Além de ser em pounds,no geral, é tudo muito caro, metrô, hotel, comida, passeios, em comparação com o resto da Europa principalmente Praga e Budapeste que é incrivelmente barata. Use as moedas, pois elas valem muito! No último dia, se sobrar, doe para músicos do metrô.

9. LIBERDADE E DIVERSIDADE – Londres tem uma cabeça mais aberta. Nada os choca. Voce entra no metrô e ninguém mede você dos pés à cabeça, julgando o que você está vestindo, fazendo. Os britânicos têm mais com o que se ocupar. Tem gente de TODO O MUNDO e é dificil encontrar alguem que seja realmente de Londres.

10.EDUCAÇÃO – Os Ingleses são super educados e farão de tudo para ajudar e responder suas perguntas. São diretos, pragmáticos e não são muito calorosos.

11.HAPPY HOUR E PUBS: O que eu mais gosto de Londres são os Pubs e ver pessoas de todos os tipos e idades se reuninindo em um mesmo lugar! Não se concentra um só estilo, tipo de pessoa! Tem gente jovem, mais velha, no mesmo ambiente. É muito comum em Londres, ver as pessoas saindo direto do trabalho às 17 hs e indo para o PUB, com roupa de executivo mesmo! Ah, eles são muito elegantes, barba pode ter porém o cabelo está sempre cortado.Você tropeça em um pub a cada esquina. Porém, esses estabelecimentos costumam fechar muito cedo, à meia noite. Além disso, eles bebem muito chá e tem um tea time, que é a hora do chá.

12.SEGURANÇA E MOVIMENTO: Londres é muito segura, a qualquer horário você não tem medo de andar na rua. Claro que tem que ficar atento aos pick pockets, como em qualquer lugar na Europa. Londres pode ser bem caótica, ao contrário de Berlim, as pessoas estão SEMPRE correndo, sempre atropelando umas aos outras. Nem pense em parar na frente da estacão para pensar, ou achar seu Oyster Card, tenha ele sempre em mãos, pois é tudo muito agilizado e rápido.

13.MÃO INVERSA – Em Londres, eles dirigem do lado oposto do Brasil, o que pode confundir na hora de atravessar a rua. As ruas mais movimentadas tem sinais no chão escrito Look Left ou Look Right.

14.MERCADOS: Nos mercadinhos, tem comida de verdade, salada, macarrão, que podem substituir uma refeição. Possuem duas filas diferentes, uma para os que querem ser atendidos por pessoas e outra onde é possível fazer o autoatendimento, passando seus produtos diretamente na leitora de código de barras.

15.E o principal, MUITA DISPOSIÇÃO, Procure fazer o máximo do seu roteiro a pé, tem muita coisa pra ser ver na ruas de Londres, fora dos pontos turísticos, ande muito, vá à um pub, coma na rua e nos markets, curta A CIDADE, faça compras e seja feliz.

DICA: Para se locomover sem 3G, baixe o aplicativo do Here Maps ou do Trip Advisor. Baixe o mapa da cidade offline, assim você pode usar o GPS

Please follow and like us: